Investigação: Imagens de satélite mostram a maior responsável pela devastação da Amazônia

Publicado por https://mercyforanimals.org.br/

Está nos jornais, em pesquisas e estudos divulgados no mundo todo: as queimadas na Amazônia estão ganhando proporções cada vez mais devastadoras. O que ainda poucos sabem é que existe uma forte relação entre o que está no nosso prato e a destruição do meio ambiente.

Uma investigação inédita da Mercy For Animals utilizou imagens de satélite de alta resolução para mostrar a maior responsável pela destruição das nossas florestas, a pecuária. O vídeo foi narrado por Nina Rosa, ativista vegana pela natureza e pelos animais.

Segundo a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), 80% do desmatamento da Amazônia brasileira está ligado à pecuária. O elevado número de focos de queimadas na Amazônia em 2019 foi 60% superior à média dos 3 anos anteriores e está sendo impulsionado pelo avanço do desmatamento.
De 1 de janeiro a 1 de outubro de 2020, já foram detectados 76.941 focos de incêndio no bioma Amazônia. Sem que o ano tenha acabado, o número já é 37,9% maior do que a média anual de 55.775 focos registrada nos últimos 10 anos. Não há registro de um número de focos de incêndio tão elevado quanto esse desde 2010.
Dentre os dez municípios da Amazônia com as maiores áreas desmatadas e os maiores números de focos de queimadas em 2019, dois — Porto Velho e São Félix do Xingu — estão entre os cinco municípios com os maiores rebanhos bovinos do Brasil. São Félix do Xingu (PA) ocupa o primeiro lugar no ranking, com uma população de 2,2 milhões de bovinos.
A produção de carne está destruindo não somente a maior floresta tropical do mundo, mas também outros importantes biomas brasileiros, como o Pantanal e o Cerrado.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *